Portal da Cidade Canoinhas

Papo de Especialista

Causas e sintomas da dor na coluna

A coluna vertebral é uma interconexão complexa de nervos, articulações, músculos, tendões e ligamentos, todos esses capazes de causar dor.

Postado em 09/09/2021 às 08:49

(Foto: Rodrigo Nora)


A coluna vertebral é uma interconexão complexa de nervos, articulações, músculos, tendões e ligamentos, todos esses capazes de causar dor. Nervos longos que se originam na coluna cervical e vão até os braços, costelas e pernas e podem fazer a dor irradiar para as extremidades. A dor nas costas algumas vezes também ocorre quando não há nenhum problema anatômico aparente. Já a distensão muscular e ciatalgia (nervo ciático) que é o nervo mais comprido e problemático do nosso organismo são as causas mais comuns de dores lombares, a qual costuma desaparecer entre duas a seis semanas com tratamento na Clínica Shiatsu Nora.

A coluna vertebral é o eixo central do corpo. É exigida em quase todos os movimentos e ainda funciona como um duto de feixes nervosos, ligando diversos órgãos e outras partes do corpo ao cérebro.

Principais problemas da coluna vertebral:

Cifose: é também um desvio da coluna, mais facilmente percebido quando a pessoa está de lado, pois as costas ficam arqueadas, o tórax retraído e os ombros projetados para a frente;

Bicos de papagaio: é uma forma de proteção do nosso organismo na tentativa de estabilizar a coluna vertebral. Com os desgastes das articulações da coluna, acabam ocorrendo “folgas” na coluna. Sendo assim, o bico de papagaio, ou melhor, o osteófito como é conhecido pelos médicos, não é o grande causador das dores na coluna, mas sim a instabilidade e os movimentos anormais, que sobrecarregam a coluna vertebral provocando dor.

Espondilite anquilosante: a dor geralmente atinge adultos jovens, pode durar por mais de três meses, apresenta piora noturna e rigidez matinal, algumas vezes acompanhada de torcicolo, dor na virilha e calcâneos, e melhorando com exercícios. Em quadros mais crônicos, pode haver comprometimento dos membros superiores e inferiores, com rigidez severa de todo o tronco. Outras manifestações da doença são febre baixa, perda de apetite e indisposições. O diagnóstico preciso é composto pela história clínica, realização de raio-X e exames reumatológicos específicos.

Escoliose: a coluna se desvia para o lado, passando a apresentar uma deformidade; surge por causa da má postura, ao se usar por tempo prolongado um só lado do corpo. Até os 25 anos de idade há como fazer a correção com terapia de coluna, com apenas 5 sessões no consultório Shiatsu Nora são necessárias para a o paciente voltar ao normal e uma manutenção mensal trabalhando no alívio e prevenção das dores lombares.

Estenose espinhal: (estenose do canal vertebral), que é um progressivo estreitamento do canal espinhal. Em estágios mais avançados de degeneração, esporões ósseos (osteófitos) e alterações degenerativas fazem com que o espaço disponível para a medula espinhal dentro do canal ósseo seja muito diminuído. A espora óssea pode começar a pressionar a medula espinhal e a raiz dos nervos e essa pressão passa a interferir na função normal dos nervos.

Hérnia do disco intervertebral: a parte mais central do disco, que se localiza entre as vértebras, é o rompimento do anel fibroso, sai da estrutura da coluna, causando dores muito fortes e até mesmo paralisação dos movimentos;

Lordose: desvio da coluna característico na região da bacia, causando uma curvatura exagerada no local;

Como proteger sua coluna:

O American Journal of Medicine publicou um estudo que indica que fumantes, especialmente os mais jovens, têm mais probabilidade de apresentar dores lombares do que pessoas que nunca fumaram. Para chegar a esta conclusão, cientistas do Finnish Institute of Occupational Health se aprofundaram em 40 diferentes estudos de várias partes do mundo, de 1966 a 2009, que relacionaram dores lombares, fumantes, ex-fumantes e pessoas que nunca fumaram.

Corrija sua postura a cada minuto. Se você fuma, largue o cigarro: o fumo reduz o fluxo sanguíneo para a coluna lombo sacra, aumentando o risco de degeneração das superfícies articulares e desenvolvimento de dor ciática e hérnia de disco.

Ao dormir:

• a melhor maneira de se deitar para dormir é de lado é com um travesseiro entre a altura dos ombros e cabeça e outro entre as pernas;

• quando deitar de barriga para cima coloque um travesseiro embaixo dos joelhos e outro embaixo da cabeça;

• evitar dormir de bruços, pois além de forçar a coluna, dificulta a respiração, e causa escoliose;

• ao levantar-se, vire-se de lado, apóie nos braços, levando as pernas para fora da cama;

• Prefira colchão ortopédico ou semi-ortopédico, de acordo com o peso e a altura de cada pessoa se for de espuma prefira densidade 45 de mola prefira ensacada ou então no caso de magnéticos são para uso terapêutico, não se pode dormir todo dia tem que dormir de 3 a 4 vezes por semana, então não aposente o seu outro colchão;

• o travesseiro não deve ser muito fino nem muito macio, para não alterar a curvatura da coluna; o ideal é que seja da altura entre a cabeça e o ombro sugiro o travesseiro que a NASA fabrica de visco elástico;

Levantando objetos:

• ao elevar um objeto pesado do chão, abaixar-se com as pernas flexionadas;

• ao trabalhar em frente a uma mesa, ou digitando no computador, manter as costas retas, encostadas ao encosto da cadeira; manter as pernas debaixo da mesa, evitando cruzá-las.

• ao realizar alguma atividade em pé, repouse alternadamente um dos pés sobre um objeto;

• procure posicionar ao seu alcance os objetos que esteja manuseando;

• ao dirigir horas seguidas, é importante manter as costas retas, perfeitamente apoiadas no encosto com uma almofada pequena na lombar ou uma toalha dobrada;

• para as crianças que estão indo para escola: não carregar mochilas ou sacolas, com o peso de um só lado. A mochila deverá ser apoiada nos dois ombros e as sacolas, divididas nas duas mãos;

• ao caminhar, manter as costas retas, abdome contraído, olhar para frente. O sapato deve ter salto de base larga e leve e no máximo de preferência com amortecedores;

• nas atividades domésticas, evitar trabalhar com o tronco totalmente inclinado;

• ao trabalhar agachado, flexione os joelhos e mantenha as costas retas.

Receba massagem e correção de coluna uma vez por mês.

Ligue na clínica e agende seu horário fale direto com Rodrigo Nora

Whats

https://api.whatsapp.com/send?phone=5547984243226

Tratando a causa do problema.


Fonte:

Receba as notícias de Canoinhas no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias