Portal da Cidade Canoinhas

Justiça

STF nega habeas e mantém prisão de ex-prefeito de Major Vieira

Eles estão presos desde agosto de 2020 em decorrência da operação “Et Pater Filium

Postado em 10/06/2021 às 18:21

(Foto: Portal da Cidade de Canoinhas)

Orildo Antonio Severgnini, e seu filho, Marcus Vinícius Brasil Severgnini vão continuar presos. A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou habeas corpus, com pedido de medida liminar, do ex-prefeito do município de Major Vieira

A dupla é acusada de organização criminosa voltada à prática de corrupção passiva e ativa, peculato, fraude a licitação e lavagem de dinheiro. 

O prejuízo ao aos cofres públicos é estimado em R$ 5,7 milhões. Este valor é decorrente de apenas uma das ações dos dois, segundo investigação do Ministério Público e da Polícia Civil.

Fonte:

Receba as notícias de Canoinhas no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">